29 setembro 2008

Desistir ou não? Eis a questão!

No começo quando comecei a "bloggar" considerava isso aqui um diário, apenas, diferente no formato...
Mas com o passar do tempo...e alguns comentários, comecei a gostar da coisa!
Sei que não escrevo bonito como o Balestra, não sou informada como o Rigon, Wilson Rezende, o Inconformado, Diarim e outros tantos muito menos desenho como o Lukas!
Sou apenas uma mulher comum em um mundo básico? Ou seria uma mulher básica em um mundo comum? Sei lá!
Apenas sei que gosto de Maringá city, orquídeas, filmes, cães e papagaios e ainda, tenho o desejo de ser mãe! E ainda copio um monte de coisinhas pra colocar aqui, só que eu cito a fonte!
masssssssssss voltemos ao teor do "post":
Tô sentindo falta de comentários po**a!
assim fica difícil...tô precisando de um feedback!
dá pra escrever ou tá dificil?


ps. que explosão, será que estou na TPM?

8 comentários:

instantes e momentos disse...

se não tiver comentários parece que estamos falando sozinhos.
Meio coisa de doido.
Vim para conhcer teu blog, e prometo voltar.
Apareça
Maurizio

Anônimo disse...

Só pra dizer que alguém aqui leu :)

issamu disse...

Saiba que, mesmo sem comentários, sempre tem gente lendo o seu blog. Nunca duvide disso e continue blogando que vez ou outra algum comentário aparece.

Anônimo disse...

Lendo o teu pedido de socorro, fiquei na duvida se comentava ou nao. Afinal diario intimo é secreto, contem coisas que a gente pensa mas nao diz, escreve mas nao publica. Deve ser por isto que pouca gente ousa dar pitacos. Lê, mas por uma questao de respeito ou de privacidade, nao se mete.
No teu caso acho que o diario esta entre o intimo e o publico, deve ser por isto que nao ta dando o "clic" para atiçar os palpiteiros. Talvez se você fosse mais polêmica, tivesse alguma ideia original e inteligente sobre problemas cabeludos, complicados, talvez isto despertasse a vontade de dizer algo.
É isto que acho.

blogdoronaldo disse...

Caríssima, estamos todos aqui... Continue escrevendo. Não esquente com os comentários. Não significa que não apreciamos seus textos.

Tereza Freire disse...

Realmente tem horas que parece que a gente tá falando com as paredes... rsrsrs. Esquenta não, é assim mesmo. O importante é escrever e expor suas idéias... beijos.

Saco da Maldade disse...

O meu anjo não desiste não!
Que nos não desistiremos de você!

E com relação ao filho, sabe como é estamos ai!

A Abiose Maringaense disse...

Abalou geral hein?